Balneário Rincão apresenta números positivos

Balneário Rincão apresenta números positivos

Na temporada de verão criminalidade diminuiu em vários pontos do município

Balneário Rincão

Os moradores de Balneário Rincão passam por um momento de mais confiança nos órgãos de segurança. Mesmo ainda sendo registrados ocorrências de furtos e roubos, os moradores têm enfrentado o problema junto com a polícia. No município estão em funcionamento sete núcleos da rede de vizinho, que vem ajudando a combater a criminalidade. Pelo balanço realizado pela Polícia Militar, houve uma considerável melhora na temporada 2016/2017 foram registradas 46 ocorrências de furtos, já nesta temporada este número caiu para 33 casos, com redução de 30%.

Outros números que mostram a melhora no índice de criminalidade são a diminuição dos flagrantes de tráfico de drogas, que em 2016/2017 teve 11 ocorrências e em 2017/2017 caiu para 6 registros. Neste ano não teve nenhum homicídio, também não foi registrado nenhum furto qualificado, contra dois da temporada passada. Neste verão, foram conduzidas 41 pessoas em flagrante para a delegacia, já em 2016/2017 foram 46. “Muitos fatores contribuíram para a diminuição da criminalidade como a instalação das câmeras de vídeomonitoramento”, explicou o comandante da Polícia Militar de Balneário Rincão sargento Rafael Steinert.

O comandante da PM explica ainda que também não houve nenhuma ocorrência nos eventos realizados durante a temporada, pois a Administração se preocupou com a segurança convocando a Polícia Militar para estar presente e contratando segurança privada. Outro fator preponderante levantado pelo Sargento foi o fato da Polícia Militar ter reforçado o contingente com polícias de outras regiões durante a operação veraneio com a PM se fazendo presente por todo o município e em todos os eventos.

O prefeito de Balneário Rincão, Jairo Custódio, também está colocando foco na segurança da população do município. Segundo o prefeito, para Balneário Rincão voltar a trilhar o caminho do desenvolvimento, mas para isso precisa ganhar a confiança dos turistas e veranistas, além da população fixa. “Somente vamos conseguir atrair turistas para o município mostrando uma imagem de um município seguro”, destaca o prefeito. Neste primeiro ano de mandato, Custódio já tomou algumas medidas como a instalação das câmeras de videomonitoramento. “Nesta primeira etapa instamos 30 câmeras e alguns moradores já estão nos procurando para a instalação de mais que estão sendo adquiridas pela iniciativa privada”, pontua o prefeito.

Rede de vizinho – Um dos fatores quem tem ajudado no combate à criminalidade é o funcionamento do programa Rede de Vizinho. Em Balneário Rincão, sete redes estão em funcionamento. De acordo com o comando da Polícia Militar, uma das mais ativas é a da Associação de Moradores da Costa da Lagoa dos Esteves, onde o grupo está em constante interação. Um dos casos recente foi no começo do mês de fevereiro, quando uma quadrilha tentou entrar em algumas casas. Os vizinhos perceberam e acionaram o grupo, que também tem um policial militar. A Polícia conseguiu evitar a ação dos bandidos.

Além de trabalhar a questão da Segurança, a Rede de vizinho da Costa da Lagoa também realiza trabalhos comunitários como um mutirão realizado para a limpeza da lagoa, colocação de placas, sinalização e banheiros químicos. A presidente da Associação, Maria da Glória, explica que os moradores estão unidos para lutar por melhorias e ajudar na proteção das casas. Uma das iniciativas do grupo é a arrecadação de valores para a compra de uma câmera de vídeomonitoramento a ser instalada na comunidade.

Reivindicação – Mesmo com as melhoras nos números, as comunidades não param de buscar alternativas para se sentir seguras. Nesta semana, as Associações de Moradores das comunidades de Barra Velha e Costa da Lagoa dos Esteves realizaram uma reunião para pedir mais segurança. As duas comunidades reivindicam a abertura do Posto Policial existente em Barra Velha, que está inativo há muitos anos e uma viatura para fazer rondas somente na região. Os encaminhamentos tirados do encontro foram um abaixo assinado e a formação de uma comissão, que organizará os trabalhos e irá buscar alternativas junto a Administração Municipal, Comando da Polícia Militar de Içara e na Secretaria de Segurança do Estado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *