Corte do bolo e baile da terceira idade encerram a Maggiofest

Corte do bolo e baile da terceira idade encerram a Maggiofest

 Durante os três dias de festa, diversas atrações se apresentaram no palco montado no Centro da cidade

A Maggiofest, festa que celebra os 56 anos de emancipação-político administrativa de Morro da Fumaça, comemorado neste domingo, 20 de maio, foi sucesso de público. O evento iniciou na sexta-feira, 18, com resgate ás tradições italianas, principais colonizadores do município, seguindo até este domingo.

O dia do aniversário iniciou com a Missa de Ação de Graças, celebrada na Paróquia São Roque. Ao meio, um almoço típico italiano, organizado pelo Lions Clube deu sequência à festa. Toda a renda do almoço será revertida para a Casa do Idoso de Morro da Fumaça.

De volta à Praça Maggiofest, com estrutura montada na rua XV de Novembro, o show de humor de Dona Maricotinha fez sucesso para o público que foi dos mais novos aos mais experientes. Após a apresentação que arrancou muitas gargalhadas, aconteceu o corte do bolo de 56 quilos. O prefeito Noi Coral fez questão de chamar os ex-prefeitos que estavam presentes. “Os chamei porque cada um deixou o seu legado, o seu trabalho no desenvolvimento de Morro da Fumaça, algo que deve ser reconhecido e reverenciado. Assim como a luta de cada fumacense por uma cidade melhor também precisa ser destacada”, enfatiza o prefeito.

Neste dia 20, o distrito de Estação Cocal também está de aniversário: comemora 114 anos de colonização.

Preservação do meio ambiente domina apresentações de escolas

Na noite de sábado, 19, foi a vez das crianças das escolas da cidade apresentarem números de dança que encantou o público. Na maioria dos números, o meio ambiente foi o foco. “Ficamos felizes em ver a presença do público nestes dias de Maggiofest. É uma festa pequena, mas que resgata as nossas origens e celebra uma data muito especial, que é o aniversário de Morro da Fumaça, fala o vice-prefeito Eduardo Guollo.

Danças folclóricas

Na noite de sábado, grupos de danças folclóricas como a italiana, a polonesa e a portuguesa também se apresentaram. “Tivemos atrações para todos os públicos e enceramos satisfeitos com os resultados”, diz o presidente da Maggiofest e Diretor de Esportes e Turismo, Carlos Sweder de Rochi.

Casa da Nona atrai olhares

Outra atração que atraiu olhares durante os três dias de festa foi a Casa da Nona, montada junto com a estrutura da Maggiofest pela Coordenação de Assistência Social. “É a valorização da cultura. Não podemos deixar que a nossa história seja esquecida, mas sim deixar este legado para os nossos filhos, e incentivá-los a buscar conhecer a nossa história”, enfatiza a coordenadora de Assistência Social, Rosangela Pagnan Maragno, a Danda.

Vacinação

A Secretaria do Sistema de Saúde manteve um estande na festa durante os três dias onde realizou vários tipos de exames, além de realizar um Dia D Extra de Vacinação Contra a Gripe no sábado, 19. Na ocasião, 48 pessoas foram imunizadas.

Além do estande da Secretaria de Saúde, agricultores familiares e a Olaria das Artes também estiveram presentes.

Marciano Bortolin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *