Criciúma tem 100% da destinação correta para resíduos sólidos

Informação foi divulgada em uma pesquisa. Diariamente são coletadas 150 toneladas de resíduos sólidos no município

Criciúma está entre as cidades da região Sul que tem 100% do conteúdo de resíduos sólidos coletados de forma correta. O município recolhe 150 toneladas de resíduos diariamente. As informações são da pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes), que aponta o percentual da população das cidades brasileiras onde os resíduos sólidos recebem destinação adequada.

Os trabalhos de coleta, transporte e destinação dos resíduos sólidos são feitos pelo Grupo Rac Saneamento e Racli Limpeza Urbana. De acordo com o chefe de Educação Ambiental da Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (Famcri), Eduardo Luzzi Damassini, é viável que os resíduos sejam limpos antes de serem jogados no lixo para facilitar a separação dos materiais. “A coleta seletiva é realizada uma vez por semana em cada bairro. Esse material é encaminhado para a Rac, que faz a triagem e os resíduos sólidos são destinados às cooperativas”, comenta.

Segundo a engenheira sanitarista e ambiental do Grupo Rac, Ionice Maria Vefago, a coleta é uma questão de saúde pública, ambiental e também social. “No aterro é feito a separação para que não contamine ruas e rios, e que também não tenha contato com animais de ruas, evitando que proliferem doenças. Após a triagem, os resíduos bons vão para cooperativas de reciclagem, se tornando fontes de renda para as pessoas que trabalham com isso”, enfatiza.

Coleta Seletiva e Ecoponto

Atualmente, 70% dos bairros de Criciúma recebem a coleta seletiva em cada dia da semana, às 8h e às 13h. As localidades são: Santa Bárbara, Mina do Mato, Centro, Pinheirinho, Metropol, Rio Maina, Operária Nova, Santo Antônio, São Luiz, Primeira Linha, Argentina, Brasília, Ceará, Jardim Paineiras, Recanto Verde, São João, Demboski, Vila Rica, Imigrantes, Milanese, Catarinense, Estaçãozinha, Jardim Las Vegas, Michel, Vila São José, Dal Pont, Cidade Mineira Velha, Jardim Angélica, Vila Macarini e Wosocris.

Conforme Damassini, a Famcri já realiza trabalhos para que os demais bairros também estejam na coleta seletiva. “Há novos loteamentos que ainda não recebem e já está sendo feito os procedimentos para que 100% do município seja contemplado”, complementa.

Além da coleta seletiva, Criciúma também possui o Ecoponto, localizado na Rodovia Jorge Lacerda, no bairro Sangão. No espaço é possível fazer o descarte de objetos e materiais, que não devem ser jogados no lixo comum, devido ao volume e necessidade de tratamento específico para suas peças e componentes. Os materiais são: móveis, eletrônicos, pneus, pilhas e baterias.

Conscientização de alunos

A conscientização sobre a coleta também é realizada nas escolas do município. “É realizado palestras para que saibam desde cedo a importância para o meio ambiente de se separar plásticos, metal, papel e vidro. Buscando ensinar também a diferença entre o que é reciclável e o que é rejeito”, finaliza a presidente da Famcri, Anequésselen Bitencourt Fortunato.

Fonte: http://www.criciuma.sc.gov.br/site/noticiaUnica.php?noticia/13785#conteudo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *