Deputado Mario Marcondes visita Morro da Fumaça para conhecer projeto de recuperação ambiental da Coopere.

Deputado Mario Marcondes visita Morro da Fumaça para conhecer projeto de recuperação ambiental da Coopere.

        DSCN2073

Nesta sexta-feira, 24/03/2017, o deputado estadual Mario Marcondes (PSDB) participou de uma reunião com diretores e associados da Cooperativa de Criadores de Peixes e Recuperação Ambiental de Morro da Fumaça. O parlamentar ouviu dos associados da cooperativa detalhadamente os objetivos do projeto de recuperação ambiental, que se apresenta como a melhor alternativa para resolver os problemas causados pela extração mineral (argila e areia), os quais encontram-se pendentes e sem solução até o momento.

“Quando o vereador Felix e o Rafael me falaram do projeto eu me interessei, mas confesso que estou surpreso pela proposta e pela organização dos trabalhos que estão sendo realizados aqui. É uma proposta que precisa ser expandida como modelo de recuperação, não só na região, mas também em outros municípios de Santa Cataria que estão com o mesmo problema. A cooperativa conta com profissionais como advogado, biólogo e agrônomo, além da parceria com a universidade Unisul, que é de grande importância nesse processo devido a capacidade de recursos profissionais. O projeto já está pronto para ser desenvolvido, o que precisamos fazer agora é ver de onde virão os recursos para financiar a sua continuação. Por isso o meu gabinete começará, a partir de agora, a atuar em várias frentes em busca de viabilidade para o mesmo”, disse Mario Marcondes.

De acordo com presidente, Gilberto Madeira, o projeto piloto é monitorado pela Unisul e está em fase de conclusão.

“A unidade piloto que foi iniciada em novembro de 2015 está em sua fase final. No final deste ano os estudos serão concluídos e o projeto estará pronto para ser implantado em outras áreas degradadas de Morro da Fumaça, região ou em qualquer outro local que apresente o mesmo problema. Existe um problema ambiental sério que precisa ser resolvido, e a única forma de resolver é através de debates nas audiências públicas, trazendo para a discussão todos os envolvidos no problema, que são os mineradores, o Ministério Público, os órgãos ambientais, o poder público e a sociedade de forma geral. Os problemas continuam se agravando e este projeto surge como uma solução, não para tapar as crateras, mas como uma alternativa viável para dar o destino correto a estas áreas.  Lembramos sempre que a ideia da Coopere é recuperar o meio ambiente, sendo que a criação de peixes se encontra integrada no processo, configurando-se também num fator fundamental para a recuperação ambiental”, disse Madeira.

Uma nova reunião está sendo marcada para os próximos dias no gabinete do deputado Mario Marcondes, em Florianópolis, aonde serão discutidos os encaminhamentos das novas ações.

A reunião foi organizada pelo vereador Alison Felix e coordenada pelo seu assessor Rafael Serafim.

Participaram também da reunião os advogados Rodrigo e Carlos Lorenzi e demais associados da Coopere.

Texto e fotos: Redação TVRsul

DSCN2073 DSCN2067 DSCN2066 DSCN2071 DSCN2070 DSCN2069 DSCN2068 DSCN2065 DSCN2064

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *