FABIO COLONETTI: MANIFESTO!

FABIO COLONETTI: MANIFESTO!

Como cidadão desta cidade e ex-assinante do jornal “A Tribuna” venho por meio desta manifestar a minha humilde opinião sobre os desenhos preconceituosos (que eu não posso chamar de outra coisa) feitos pelo cidadão Marcos Sonego e que geralmente estampam a capa desse veículo de imprensa “Jornal A Tribuna”. Causa espécie ver um veículo de imprensa escrita, que se dirige a TODOS os cidadãos da região, mas que faz a opção de se posicionar de forma clara contra as pessoas que tenham uma posição de esquerda ou progressista. Ora, do ponto de vista jornalístico e de marketing, qual a inteligência nisto? Não é de interesse do jornal ter clientes que tenham uma posição de esquerda ou progressista? Fique-se sabendo que eu mesmo cancelei a assinatura desse jornal justamente pelo expresso preconceito com que ele se relaciona com os posicionamentos políticos de esquerda e que são estampados em primeira capa. Geralmente se valendo dos desenhos de mau gosto que de usualmente ferem a integridade e a moral do ex-presidente Lula, da ex-presidente Dilma e de outros políticos de esquerda, nem sempre do PT. Vejo que falta neste comportamento jornalistico a imparcialidade que aqueles que tem um sério comprometimento com a notícia deveriam ter. E falta ainda, repito, tino comercial, pois o público leitor de jornais tende a ser mais politizado; e público politizado em geral compreende quão idiotas (no velho sentido grego do termo, digo isso para amenizar a crítica ao cartunista) têm sido os tais desenhos. Meu pai, um antigo comerciante da cidade, ensinou-me que pessoas que trabalham com o público deveriam ter sempre um comportamento imparcial e respeitoso com as mais diversas posições, sejam políticas ou religiosas, justamente para não desagradar clientes e pessoas que utilizavam os serviços e produtos de seu pequeno mercado. E olha que meu pai não teve sequer o primeiro grau completo, mas havia senso ético e de respeito às diversidades. O que vejo na capa deste jornal, por vezes não só choca, mas enoja mesmo. O mau gosto e a interpretação infantil, atrasada e por vezes violenta com que se manifesta por meio dos desenhos do Sr. Marcos Sônego tem desqualificado demais o informativo (talvez desinformativo para os leitores mais ingênuos, se é que existem). Tenho conversado com algumas pessoas a respeito, inclusive com posições políticas diferentes da minha, e percebo que a opinião a respeito da conduta deste veículo de imprensa não é diferente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *