Força e superação no Enduro da Lua Cheia

Força e superação no Enduro da Lua Cheia

 

Pilotos percorreram 250 quilômetros de trilhas e andaram mais de 10 horas para completar a prova

Balneário Rincão

unnamed (7)

Muitos pilotos cruzaram a linha de chegada do XXIX Enduro da Lua Cheia, no Balneário Rincão, exaustos. Mas todos falaram que valeu a pena enfrentar o desafio de percorrer 250 quilômetros em mais de 10 horas de prova. A largada foi dada a meia noite e as primeiras motocicletas chegaram às 10 horas. “Este ano, a chuva deixou a trilha mais pesada, mas valeu a pena”, destaca o piloto Israel Westphal, de Braço do Norte, que foi o campeão da categoria Máster, a principal da prova. Ele conseguiu o bicampeonato, pois também foi o vencedor da edição passada. “Depois que passei para a categoria principal, venci as duas”, comemora o campeão.

No total, mais de 150 pilotos participaram da prova, sendo que muitos não conseguiram completar o percurso, seja por problemas mecânicos ou por cansaço. Na categoria sênior, o campeão foi Rafael da Cunha, também de Braço do Norte, com Gulhermi Rech chegando em segundo. Os pilotos largaram no Balneário Rincão, passaram por Jaguaruna e seguiram até Treze de Maio. Fizeram o caminho de retorno com a chegada sendo no mesmo local da largada.

A direção de prova programa um percurso de muitas trilhas, onde predominou muita navegação. “Eles enfrentaram trechos com areia de praia e outros com areão e terrenos com erosões. “O percurso ficou bem mais difícil, mas pelo jeito os pilotos conseguiram superar todos os obstáculos”, explicou o diretor de prova Roberto Jesus Torres, o Betinho, da MTC Criciúma. Betinho promete para a próxima edição, que será a 30ª, um grande evento.

O Enduro da Lua Cheia é considerado o maior enduro de regularidade do Brasil e praticamente abre o calendário da modalidade. O piloto campeão, Israel Westphal falou que o próximo desafio na carreira será o Enduro dos Pampas, nos dias 3, 4 3 5 de março, que marcará a abertura do Campeonato Brasileiro de Enduros de Regularidades.

Classificação final

Categoria Máster

1º – Israel Westphal – Braço do Norte

2º – Jonas Schulz – São Ludgero

3º – Dirlanio Lembeck – São Ludgero

 

Categoria Sênior

1º – Rafael da Cunha – Braço do Norte

2º Guilherme Rech Loffi – Braço do Norte

3º Mayckon Rato Padilha – Lages

 

Categoria Júnior

1º – Higor Magé – Içara

2º – Paulo Henrique Biff – Criciúma

3º – Alexandre Ramos – Içara

 

Categoria Estreante

1º – André Machado de Medeiros – Tubarão

2º – Luiz Henrique Biff – Criciúma

3º – Cristian Minato – Forquilhinha

 

Categoria Over 40

1º – Geovani Baldissera – Içara

2º – Gilberto Carminatti – Siderópolis

3º – Alexson Macalossi – Urussanga

 

Categoria Over 45

1º – Valdir Luiz Breitembach – Maravilha

2º – Dario Schrull – Benedito Novo

3º – Celso Zagonel – Pinhalzinho

 

Categoria Duplas

1º – Genoir Bruning e Titus Phillip Junior – São Ludgero

2º – Anderson Peruchi e Maurício Fermo – Criciúma

3º – Emerson Vicente e Djon Zomer – São Ludgero

unnamed (1) unnamed (5) unnamed (6) unnamed (7) unnamed (8) unnamed (9)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *