Mais de 100 pessoas participaram da II Caminhada da Prematuridade, em Florianópolis

Mais de 100 pessoas participaram da II Caminhada da Prematuridade, em Florianópolis

            Para celebrar o Dia Mundial da Prematuridade – dia 17 de novembro – mais de 100 pessoas vestindo camisetas roxas, balões e faixas participaram a da II Caminhada da Prematuridade, realizada na manhã do domingo, dia 11 de novembro, em Florianópolis. O evento dentro das ações do Novembro Roxo, foi promovido pela ONG Prematuridade.com em parceria com diversas unidades neonatais e Atenção Básica da Grande Florianópolis.

Segundo a coordenada local da Caminhada, a psicóloga Zaíra Custódio, que atua na Maternidade do Hospital Universitário da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), um dos centros nacionais de referência para o Método Canguru, do Ministério da Saúde, do qual é consultora, a ação visa dar visibilidade à prematuridade, principal causa de mortalidade infantil no Brasil.

“A ideia da Caminhada é sensibilizar sobre a importância de ser fazer o pré-natal com qualidade. Pois, fazendo isso é possível evitar o nascimento de prematuros. A ação também sensibiliza os profissionais que trabalham em UTI Neonatal”, ressalta.

Em Santa Catarina, segundo dados do Ministério da Saúde, em 2017, 10.413 bebês nasceram prematuros no Estado, ou seja, de 22 a 36 semanas de gestação. No ano anterior, o número foi de 10.607.

O Pedro de 1 ano e meio, filho da servidora pública federal, Andressa Fortes, faz parte desta estatística. Nascido com 32 semanas, em Joinville, Norte de SC, ele participou com a mãe e a avó, Maria Corina Fortes, de 66 anos, que também nasceu prematura, pela primeira vez da Caminhada.

“Ao estar aqui passa um filme todo pela cabeça. Lembro de todos os momentos e angústias que passei após o nascimento do Pedro. Mas, também tenho um sentimento de alegria em estar vestido roxo e participar da Caminhada”, conta.

A II Caminhada da Prematuridade teve  apoio das unidades neonatais da região, pertencentes a entidades como Hospital Universitário da UFSC, Maternidade Carmela Dutra, Hospital São José, Clínica e Maternidade Ilha, Clínica e Maternidade Santa Helena e da Coordenadoria de Serviços Descentralizados, que abarca outros 22 municípios da Grande Florianópolis para a implantação de um trabalho compartilhado com as Unidades Básicas de Saúde, para onde são encaminhados os bebês, regressos da Unidade Neonatal, que serão acompanhados ao longo de seu desenvolvimento.

 “A caminhada de Florianópolis faz parte de uma mobilização nacional com caminhadas de conscientização em cidades como Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro e Santos/SP. Queremos que cada vez mais pessoas se engajem na causa”, completa Denise Suguitani, fundadora e diretora-executiva da Prematuridade.com.

 

Novembro Roxo

O Novembro Roxo, reconhecido internacionalmente pela luta, ainda não ganhou representatividade no Brasil como tem no exterior. Para inserir a demanda na agenda pública brasileira, serão distribuídos materiais informativos em um trabalho de sensibilização com parlamentares e sociedade civil. Países como Estados Unidos da América, México, Alemanha, entre outros, juntamente com a Global Illumination Initiative, iluminam de roxo – cor símbolo da causa – prédios públicos e monumentos. Alguns exemplos são Empire State Building, Niagara Falls, Portão de Brandenburgo, entre outros.

Sobre a ONG Prematuridade.com

A Associação Brasileira da Pais, Familiares, Amigos e Cuidadores de Bebês Prematuros – Prematuridade.com, nasceu em 10 de abril de 2011 com um blog sobre prematuridade e uma página no Facebook. Em novembro de 2014, a iniciativa foi além e nasceu a ONG Prematuridade.com. A Organização não é vinculada a nenhuma marca, empresa ou instituição, mas trabalha em parceria com esses para a realização de projetos voltados à prevenção do parto prematuro, educação continuada para equipes neonatais e a área da busca de implementação de políticas públicas voltadas à causa – “advocacy”. Hoje a entidade está ligada as mais importantes organizações internacionais dedicadas à causa, a March of Dimes e a EFCNI – Fundação Europeia para o Cuidado dos Recém-nascidos, representando o Brasil na Rede Mundial de Prematuridade – World Prematurity Network. À frente da Associação Nacional Prematuridade.com Denise Suguitani fundadora e diretora-executiva e Aline Hennemann, vice-diretora executiva, e uma equipe de apoiadores das áreas de Comunicação e Conselhos Fiscal e Científico.

Crédito das fotografias: Tales Custódio/Divulgação

Assessoria de Imprensa Neris Comunicação

Alessandra Neris –  aleneris@gmail.com – (11) 99104-4938

Juliano Zanotelli – julianozanotelli@gmail.com – (48) 99921-9073

DSC_0325 DSC_0310 DSC_0153 DSC_0096

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *