Morro da Fumaça cria Banda Municipal

Morro da Fumaça cria Banda Municipal

Ao todo, 42 alunos da Rede Municipal de Ensino participam do projeto coordenado pela Diretoria de Cultura da cidade

02-10-2018_Banda Municipal (60) 02-10-2018_Banda Municipal (148)

Erick Meneghel sempre foi apaixonado por um instrumento musical em especial: o saxofone. Porém nunca havia tido a chance de aprender a tocar. Agora, aos 14 anos, o adolescente ganha a oportunidade através do projeto de criação da Banda Municipal de Morro da Fumaça, promovida pela Secretaria do Sistema de Educação, através do departamento de Cultura.

O som feito pelo saxofone de Erick se mistura às flautas transversais, clarinetes, trompetes, trombones, entre outros instrumentos manuseados por 42 alunos da Rede Municipal de Ensino que há cerca de um mês ensaiam todas as terças-feiras no Centro de Múltiplo Uso do Bairro Esperança. “Sempre achei interessante o saxofone. Estou aprendendo e em breve quero estar tocando”, fala o aluno.

Os alunos, divididos em duas turmas (matutina e vespertina), sempre no contra turno escolar, são orientados pelos professores de Criciúma Elienar Pedro Moreira e Fábio Paulo Mattias. Além das terças-feiras, em breve as aulas também ocorrerão nas quartas-feiras à noite, tudo para que a banda esteja pronta para se apresentar durante a programação de Natal da cidade. “Estamos muito felizes com esta ação. Os alunos abraçaram a ideia e estão comparecendo aos ensaios e se dedicando ao máximo”, destaca a diretora de Cultura, Rosangela Pagnan Maragno, a Danda, acrescentando ainda que o Governo Municipal tem dado todo o suporte necessário. “Só temos a agradecer ao prefeito Noi e ao vice Eduardo pelo empenho em tornar tudo isso realidade. Além disso, a Secretaria de Educação também abraçou a ideia”, fala.

Fortalecimento da cultura

Para possibilitar e facilitar a participação nos ensaios, todos os 42 alunos ganham transporte gratuito e alimentação. Para Danda, a iniciativa fortalece a cultura de Morro da Fumaça. “Além de tudo, a ação também oferece uma oportunidade para que as crianças e os adolescentes aprendam a tocar um instrumento”, completa.

O prefeito Noi Coral reforça a participação dos jovens no projeto. “Além do engrandecimento da cultura, também damos aos alunos uma nova atividade para o horário em que não estão nas escolas e a oportunidade de aprenderem algo novo, neste caso a música”, pontua.

Quem também enfatiza a iniciativa é o vice-prefeito Eduardo Sartor Guollo. “Ações como esta ampliam a área de conhecimento dos nossos jovens, dando uma nova alternativa para o período que não estão em sala de aula e despertando o interesse por coisas novas e diferentes”, fala.

Marciano Bortolin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *