Palestra alerta para os cuidados para a prevenção do suicídio

Palestra alerta para os cuidados para a prevenção do suicídio

Palestra com a psicóloga e coordenadora de Saúde Mental da Gerencial Regional de Criciúma falou sobre a prevenção ao suicídio

Balneário Rincão

IMG_1942 IMG_1948

Dentro da programação do Setembro Amarelo foi realizada, na sexta-feira, dia 21, palestra com a psicóloga e coordenadora de Saúde Mental da Gerencia Regional de Criciúma Dipaula Minotto da Silva. Participaram da abertura do evento o prefeito Jairo Celoy Custódio, o vice-prefeito Luiz Gustavo Laurindo e a coordenadora da atenção básica de Balneário Rincão Ioná Bez Birollo. A palestra foi voltada para os profissionais da área da saúde e de educação. “Os trabalhos foram voltados para estes dois públicos por trabalharem diretamente com as pessoas em duas áreas importantes na vida das pessoas”, destacou Ioná.

A psicóloga falou da preocupação quando o ser humano procura o isolamento. Segundo ela, este vazio existencial que acomete as pessoas é em decorrência do dia a dia, em que as pessoas acabam se isolando em vez de enfrentar os problemas. Para a psicóloga em muitos casos, as pessoas sentem medo de serem julgadas por suas atitudes e também pelo preconceito.

Dipaula alertou o público, que alguns mitos criados não são verdadeiros como “quem fala não faz”, “quem já tentou não vai tentar de novo”, e “isso nunca vai acontecer comigo”. A psicóloga ressaltou que as pessoas que falam estas frases estão dentro do grupo de risco e precisam de atenção redobrada. “Na verdade, pode ter fator de risco mesmo não tendo depressão ou outra doença mental, pois as vezes algum fato grave, como a morte de uma pessoa próxima, ou a perda de emprego, pode levar a pessoa a pensar em tirar a própria vida, por isso a necessidade de sempre estarmos atentas as pessoas próximas”, enaltece Di Paula.

A psicóloga, no fim dos trabalhos, avaliou o evento positivo pela interação dos profissionais. Segundo ela, após algumas orientações passadas, os próprios profissionais da saúde admitiram que precisam melhorar os atendimentos conversando mais com os pacientes e procurando entender melhor os problemas de cada um. Ela fala que a própria área de saúde tem procurado melhorar com a criação nos municípios dos Ambulatórios de Saúde Mental e os CAPs.

Prefeitura Balneário Rincão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *