Zanatto garante rede de água tratada para as comunidades de Picadão e São Bento Alto em Nova Veneza

Zanatto garante rede de água tratada para as comunidades de Picadão e São Bento Alto em Nova Veneza

Zanatto garante rede de água tratada para as comunidades de Picadão e São Bento Alto em Nova Veneza

O presidente da Casan também irá trabalhar para inserir o plano de saneamento básico no Contrato de Trabalho da empresa e também a revitalização da rodovia José Ronchi.

O presidente da Casan, Adriano Zanatto esteve em audiência com o prefeito de Nova Veneza, Rogério Frigo e o vice-prefeito Sérgio Alberto Spilere, na manhã desta quinta-feira, dia 12, na Prefeitura Municipal. Na pauta, estreitar laços com a gestão no município e conhecer as reivindicações dos gestores. Entre os assuntos elencados pelo prefeito, o plano de saneamento básico elaborado ainda na gestão anterior de Frigo, rede de água para as comunidades de Picadão e São Bento e a revitalização da avenida José Ronchi, no Distrito de Caravaggio.

“Nós estamos reivindicando importantes obras como a rede de estações para as duas comunidades que não tem água tratada, a viabilização do plano de saneamento básico, projeto elaborado a alguns anos e não ouve evolução, pois é uma obra de extrema importância para um município em desenvolvimento e, que, os investimentos em saneamento básico são obrigação do Governo Federal, porém, voltamos a trabalhar para viabilizar. Além da revitalização da avenida José Ronchi, uma das principais vias de acesso que liga a Criciúma e precisa urgentemente de melhorias. Queremos a Casan mais próxima do município e conhecer qual as possibilidades através do Contrato Programa visando investimentos para garantirmos melhorar as condições de abastecimento na cidade”, afirmou.

Zanotto fez um balanço da atual gestão da empresa e a falou  da nova lei que prevê mais solidez nas administrações, em função de exigir vários requisitos visando a melhoria a prática de governança. Também destacou os investimentos de mais de R$ 2,2 milhões em todo o estado. “O principal desafio para a empresa são as questões de saneamento nos municípios que precisa ser universalizado”.

O presidente garantiu a construção das redes de 3,8 mil metros na comunidade de Picadão e mais 1,4 mil metros até o cemitério de São Bento Alto, duas ações importantes que irão levar água tratada aos moradores. “A minha preocupação imediata é com o plano de saneamento básico com custo estimado em R$ 14 milhões a serem investidos no município e a construção das duas estações de rede. Nós devemos analisar o plano de saneamento se está atualizado, pois contamos com mecanismos para adequar e tentar inseri-lo no Contrato de Programa da Casan para gerar investimentos por parte da empresa, analisar o tempo de amortização e, que, se não for cumprido por parte da empresa poderá ou não renovar o contrato com o município. Iremos estudar como podemos construir juntos e buscarmos esses recursos. E também a construção das duas estações de rede que a previsão é iniciar a obra no dia 23 deste mês”, afirmou o presidente.

Participaram ainda do encontro, a diretora comercial da Casan, Janaína Guesser Prazeres, o supervisor de Negócios Sul/Serra, Vilmar Bonetti, o chefe da Agência de Criciúma, Alessandro Rabello, o responsável pelo escritório de Nova Veneza, Luiz Antônio Destro e os secretários municipais de Planejamento e Urbanismo, Lodejane Zanoni, de Transportes, Obras e Serviços Urbanos, Carlos Tarcísio Mathias e o assessor jurídico, Luiz Henrique Gava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *